Pular para o conteúdo

2015

novembro 14, 2018

Os ventos foram de mudança, de parto, grandes esforços desprendidos para a cura de uma divisão, um corte aberto. Tentativas frustradas de tampar um buraco com qualquer coisa que tivesse algum volume. Não ser preenchido é uma forma de se auto preencher, de tornar-se uno.

Falha.

Mas válida.

.

.

Felipe Silva

Inflartar

novembro 4, 2018

Me atrevo com amizades a objetos.

Assim, descobri que tenho muito em comum com uma boneca inflável que conheci esses dias.

Acreditamos que a vida é um sopro.

.

.

Felipe Silva

outubro 11, 2018

O que mais tenho são dúvidas.
É preciso reconhecer as riquezas.

setembro 27, 2018

Solidariedade é deixar doer um pouco em nós, pra evitar a dor no outro. Guardar segredo é meio que isso.

.

.

Felipe Silva

Contra

setembro 17, 2018

Sou fera indomável

Presa nas minhas vergonhas

Algemas que ferem

Como um palito de dente

Enfiado embaixo da unha

Após um chute na parede.

As vezes a parede parece uma bola

Na marca de pênalti.

O “as vezes” as vezes perde o controle.

E se confunde com o multiplicar.

.

.

Felipe Silva

Banda

setembro 17, 2018

O vento faz a percussão

Quando tua voz repercute

No pavilhão.

.

Felipe Silva

Neblina

agosto 29, 2018

O entender se vira em fumaça,
Registrado no único momento. “Click”

Se esvai em vento.

Sumindo, como mentira.

É neblina que engana
Quem tenta dirigir.
.
.
Felipe Silva