Skip to content

Saudade

julho 30, 2010

Bateu saudade agora

Dos tempos de outrora

Quando brincava com amigos

Quando roubava figos

no quintal de dona Odete.

Saudade do confete

Nos dias de carnaval

De me pendurar no varal

Perturbando minha mãe.

Saudade do meu rebãe

Que me fazia o rei das cabra

E as surras que eu levava

Por causa dos maloqueiros

Que viviam nos terrreiros

Esperando pra brincar

E da mulecada a perturbar

O véio Lula ferreiro.

.

.

Felipe Silva

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: