Skip to content

Texto pluvioso.

setembro 10, 2010

Não faz tempo que começou chover, porém parece que essa chuva passou anos por aqui. Nos dias ensolarados, que o coração deveria esquentar, parece que este pára. Mas quando o dia começa ficar nublado, aquele cheiro de chuva invadindo o ambiente, pequenos pingos caem, mais parecem a voz da chuva, chega a me arrepiar.

Uma vontade tremenda de sair, de tomar um banho, beber a água que cai do alto, sem nem me preocupar com o que pode ser molhado. Que danem-se celular, dinheiro, documentos, ou o que me possa impedir. Depois de um tempo, o que era chuvisco se torna chuva forte, trovoada. Raios, trovões, e o vento soprando ao meu ouvido. Me enrosco nessas sensações e fico lá por horas.

O tempo voa quando chove. Foram horas de chuva contínua, mas que na minha limitada noção de tempo passaram-se poucos minutos apenas. Pena que o dia começa novamente clarear, aos poucos a chuva enfraquece e se vai. Esperarei mais uma vez um dia chuvoso. Por enquanto o sol é o que resta.

Como são seus dias de chuva?

 

.

.

Felipe Silva

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: