Skip to content

Garanhuns noturna.

setembro 17, 2010

Quando o sol sai, as luzes chegam e colorem Garanhuns. Talvez por isso que eu goste tanto de passear pelas ruas nesse horário. A noite me traz boas idéias, lindas paisagens. As gotas de frio nos carros parados, postes com defeito fazendo zunidos, luzes piscando. E chega a neblina para completar o efeito visual, que deixa as ruas menos amargas, com gosto de café.

Ruas ermas, sem gente, sem barulho, iluminadas apenas por uma lâmpada velha e amarelada que parece clarear mais ainda com a neblina. Surgem pingos de chuva, carinhosos pingos de chuva, parecem molhar mais que as trovoadas, mas de leve. Alguns pingos não chegam ao chão, ficam pendurados nos fios, bolinhas douradas a enfeitar a rua.

Logo se vê um ser a caminhar, um ser da noite? Alguém a admirar a noite? Não. Alguém que faz dela seu ganha pão. Que cuida do alheio, com sua caneca de café. Caneca de café que chega até me esquentar, mesmo estando do outro lado da rua. Um breve “olá”! E sumiu na escuridão.

Me parece que a noite é mais bonita por aqui. Garanhuns noturna, fria, serena e aconchegante. Chego a minha casa, mas as imagens se repetem na cabeça. Dormirei e sonharei com Garanhuns. No sonho posso voar e ver os pontinhos do alto, tirarei fotos e colocarei em meu livro de lembranças.

.

.

Felipe Silva

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: