Skip to content

Energia engarrafada

janeiro 21, 2016

1235997_552052314857034_3690161_n

 

Nos caminhos etílicos

Que estive andando

Bebi de muitos copos

E estive pensando

Que é mais que sabor

Que a garrafa tá levando

 

Só de lembrar já tô desejando

Já é questão metabólica

Mas quero coisa de primeira

A nata da alquimia alcoólica.

É o que sai da garrafa

Em força sistólica

 

Não admito réplica

Poesia não é palestra

Sinto a senhora Lins

Como uma maestra

E aquelas cachaças

Como sua orquestra.

 

 

Tudo de lá é extra

Só se sente alegria

parece que o sorriso

É a chave da maestria

E sinto em cada gole

Um pouco dessa energia

 

Penso no que faria

Já sei,  uma assembléia

Um poema não é suficiente

Precisaria uma epopéia

Pra falar da delícia

Que nasce no Quarto da Véia.

.

.

Felipe Silva

 

 

 

 

Não sei o que

mais embriaga,

Se é o sorriso

ou a cachaça de Maysa.

Xero procê.

 

 

 

 

 

Nas alquimias alcoólicas

Conheci uma maestra

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: