Skip to content

Verso infante

março 18, 2016

Quando se cresce
Se esquece o inventar
Tudo se torna sério
Chega pesar o ar
Bom é ser criança
Que imagina pra brincar

É tão difícil pensar
Um adulto imaginando
Já virou até costume
Ver sempre trabalhando
Só vai se libertar disso
Ao dormir, sonhando

Cá estou pensando
Poeta deve ser criança
Talvez de corpo e alma
Ou vive de lembrança
Faz do prazer seu trabalho
De borboletas não se cansa

Quero deixar herança
Quando não mais existir
Os versos existirão
Fazendo chorar e rir
Pois nunca envelhecem
São o inventar, nunca mentir.

.

.

Felipe Silva

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: