Skip to content

Grudar

março 22, 2016

Só curtir a poesia
Já faz dela diferente
Um sorriso desenhado
Bonita de corpo e mente
Admira as coisas simples
Na natureza, na gente

O tempo tava quente
A pele enrubesceu
Não era só o clima
De repente adoeceu
Nem precisou médico
A cura logo apareceu

O rosto reacendeu
Eu fiz o que pude
Pra depois descobrir
Que o mal era grude
Agora que tá curada
Já pode ser cantada
Venha cá, se grude!

.

.

Felipe Silva

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: